22/01/2009

PETER , DIZ-ME QUE HORAS SÃO?


Ele caminhava por entre a chuva, numa quase noite de Inverno. Cruzámo-nos. Não era tarde, não era cedo. Quando o meu corpo cruzou o dele, uma espécie de energia tremeu. Eu descia na urgência de despir a roupa molhada e me molhar num banho quente. Ele vagueava por entre gotas sem tempo que caíam não sei de onde. Perguntou-me que horas são. Eu descrevi-lhe a junção de números desenhada no telemóvel. O meu corpo continuou atrasado, mas eu fiquei ali. E enquanto sentia a água quente a escorrer do chuveiro, pensei: onde vou eu com tanta pressa? E continuei a ver a chuva a molhar-lhe a barba emaranhada com cabelos sem cor definida. Para ele não existia tempo e certamente não estaria atrasado. Mas que horas eram, afinal? Era noite. Faltaria certamente algum tempo para ser dia. Onde iria ele com tanto tempo? E para onde vou eu com tanta pressa?

24 comentários:

Little Tiago Boy disse...

Gostei! Mas afinal que horas eram?

pedropina disse...

Tiago: eram horas de ir pra casa pensar no tempo!...

korrosiva disse...

Pedrocas... tens mesmo, MESMO de mandar para a 365...
Amei este texto!

beijinhosss :)

DANTE disse...

Para casa Pedro que tá a chover! ;D
Boa prosa sim sr , ouve ali o meu amor e "três seis cinca-me" esse texto!!

um abraço

pedropina disse...

Aninhas: opá axas k desenvolva este, e k mande é? eu mandei akele do natal mas axo k eles nao gostam das coisas k se fizeram nesse natal lol

beijinhus

pedropina disse...

Dante: xuvinha molhada da boa!!!!

korrosiva disse...

Pedrocas.. mandas muitos, algum eles hão-de gostar!
São todos tão lindos :))

Little Tiago Boy disse...

" - Agora que te encontrei, não te vou perder assim tão facilmente de vista!"

Alguma mensagem oculta? =P

Denise disse...

Vais em busca de algo que não nos queres dizer porque não temos nada a ver com isso... No entanto fica a curiosidade, que horas eram verdadeiramente?!(O pensamento pode ser tido na rua...)

Tenho saudades tuas!

pedropina disse...

Aninhas, tens razao, só mandei um! vou mandar mais!!!!

pedropina disse...

Tiago: xim!

pedropina disse...

Denise: mas tu ate sabes o k eu busco...

ah, eram horas de um inicio de noite perto d rotunda do Marques

Solita disse...

É bonito sim, tbm gostei.



joka

eskimo friend disse...

tb gostei.

Little Tiago Boy disse...

Então e qual a mensagem? =P

pedropina disse...

Solita: :) beijinhu

pedropina disse...

eskimo: :) abracinhus

pedropina disse...

tiago: opá!

Felipe Nunes disse...

Pedro, que horas são?


Que horas serão quando finalmente conseguimos tempo para pensar que o tempo não é nada quando é ele tudo o que nos separa de alguém?


Epah... um nó, nos neurónios...


Aquele abraço amigo,
Felipe!

Nina disse...

Ola,
deixei uma coisa para ti no meu outro blog ( http://niina001.blogspot.com/ ).

bjhos

Felipe Nunes disse...

Rapaz!

Dei-te um "olha que blog maneiro"...
Tens lá umas regrinhas com os procedimentos do selo.

Abraços!

LusoBoy disse...

Dá que pensar este teu texto (e isso é bom) ;).

Alien David Sousa disse...

Adorei P.P será que lhe posso chamar de um afastamento por um tempo?

Beijinhos

Denise disse...

Talvez fosse tempo e horas de acertar os ponteiros de dois relógios que pelos vistos fugiam de se encontrar; não?!