03/07/2008

PETER , CHORAR É BOM...!

Existe uma lágrima que me toca nos lábios. É doce. É bom. De onde vêm as lágrimas? Aparentemente caiem-me dos olhos. Estes olhos que a minha avó diz terem sido pintados do mesmo castanho mel do meu bisavô, que nunca conheci. Mas apesar de sentir este percurso molhado pela minha cara, pressinto que o caminho é muito maior. Existe um mundo cinzento que as fabrica e as projecta até aos olhos para serem então expelidas. Um mundo cinza de pensamentos. Ou não. Existe um mundo líquido vermelho escuro que é bombeado no meu peito. As emoções transformam o sangue em lágrimas que sobem ao cérebro, que devido aos pensamentos as faz descer até aos olhos. Ultimamente todos os dias choro. É uma música que me traz memórias. Vou na rua. É noite. A canção e a memória fazem-me chorar. É bom. Depois dos pêlos arrepiados e das lágrimas secas, sinto uma espécie de paz terapêutica aliviada. É bom.

3 comentários:

Denise disse...

O mundo das lágrimas nem sempre é mau. Muitas vezes chorar alivia a alma e, se assim fora, para ti, não me preocupa que chores.

É bom ter-te de volta!

Felipe Nunes disse...

Fosse o nosso caminho tão curto quanto o das lágrimas que nos caem, meu Pedro, e não teríamos hipótese de viver os momentos felizes, a "espécie de paz terapêutica aliviada."


Um abraço.

Auf Wiedersehen,
f n

Pearl disse...

É bom ver-te por cá de novo. Espero que o silêncio tenha funcionado. Beijo