30/05/2009

PETER , P DE PURPURA

O chão novamente pintado de roxo. As pétalas púrpura caiem das árvores pintado os meus pés. É novamente Junho no Parque. O verde é pintado de roxo uma vez mais. Passou um ano. Aqui passa sempre um ano. Caminho novamente neste chão roxo. Voltamos sempre ao mesmo lugar. Ciclicamente olhamos para trás e pensamos: o que mudou? Os meus pés continuam a pisar este chão. Essas pétalas continuam púrpura em Maio. Andamos às voltas ou em circulos? A terra gira à volta do sol, ou nós giramos à volta da Terra? E ciclicamente respiro púrpura um ano depois.

8 comentários:

DANTE disse...

Esta é dificil de comentar Pedro...sou daltónico tájaber? ;D

Um abraço

Mikas disse...

Não é bom que seja assim? :-/ beijo

pedropina disse...

DANTE:

ahahahah
a serio?
eu tb!!!!

pedropina disse...

Mikas:

é xim!

Green Eyes disse...

e sentes segurança nesse ciclo?
ou o facto de ser sempre o mesmo cenário traz ansiedade?

por vezes saber que tudo será como foi traz-me ansiedade :{

beijinho

pedropina disse...

Green Eyes:
por vezes traz-m alguma segurança,
mas outras vezes faz-m pensar, o k mudou ou evoluiu entretanto...?

LusoBoy disse...

Hmm, mas também é bom termos algumas certezas na nossa vida. Que há coisas superiores a nós e que não mudam, como o púrpura das flores todos os anos.

pedropina disse...

LusoBoy :
será?
axo k tudo muda..., so mxm akela arvore se mantem