17/08/2009

PETER E O PESCADOR


Sentado, à beira rio, à espera. Vejo esse rio correr à minha frente. Não lhe toco. Ouço-o. Abraço as pernas. Olho para os lados. Espero. Espero o pescador. Espero eternamente esse pescador que me venha salvar. Por vezes, sinto que espero que me ensine a pescar. Que me dê a cana, me ensine a colocar o anzol, a atira-la ao rio. Que me ensine como se espera a vinda de um peixe. Outras vezes, sinto que espero que pesque o peixe por mim, me abrace e me dê de comer. Que me proteja. E existem outras vezes, sentado à beira rio, que sinto que o pescador nunca chegará. Que terei de procurar a cana sozinho, improvisar o anzol e pedir ao rio que me ensine a esperar esse peixe. No entanto, mesmo nessas vezes, fico sentado à beira deste rio, a vê-lo passar à minha frente, à espera do pescador.

8 comentários:

S* disse...

Esperar por algo que não vem (e que sabemos que nao bem) pode ser uma tarefa desmotivadora...

PEDRO PINA disse...

S* : tens razao..., mas tenho sempre sentido esta espécie de sensaçao durante a minha vida..., à espera dum messias salvador?! será?

Denise disse...

O que pode acontecer um dia, é teres de deixar de esperar. Uma espera contínua pode ser a morte de algo que se deixassemos de esperar podia nunca morrer.
No entanto, esperamos sempre por algo, o que pode ser o caso!


Para quando um (re)encontro?

PEDRO PINA disse...

Denise: esperar uma luz? um salvador? o pai? a paz? um amor perdido? estaremos nós todos...à espera?

Hyndra disse...

às vezes simplesmente chaga-se á conclusão que nao vale a pena esperar mais! Há coisas que nao se chegam a concretizar. E há pessoas que nunca vêem...

prAia em Mim disse...

deixo-te um bj assim a mil mas prometo ler-te e comentar-te para breve :) luz e paz

izzie disse...

Bem... pedro... tiraste-me as palavras com a tua resposta à S*

Então deixo só um beijinho,

Rabisco disse...

Por razões pessoais já há muito que deixei de ser um apreciador de pesca...
Mas os teus textos, esses sim são merecedores de todas as atenções.
Obrigado, estou a gostar muito!

Abraço grande